Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ventos

O vento agora muda
Muda a direção do acaso
E muda as idéias jogadas
O tempo continua...
Estático, infiel
Deixando tudo na mão oleosa do destino
E ele não se encontra em livros...
Verso e prosa
Nada contam sobre a busca
Há tanta inconstância
Que causa repugnância
Até mesmo em rimar.
Quem sobriamente deixa a decisão confrontar o acaso
Sempre medra ao deparar-se como o futuro
Os ventos mudaram a direção
Tornaram-se velozes e arrasadores
Na atmosfera sombria da noite
Ou no esperançoso acalento do dia
O vento não respeita o tempo
O tempo que difere das horas
Não desistimos agora
Do otimismo de outrora
Ou do que queríamos deixar para trás.
Na metamorfose do nada
A ventania do tempo e do vento
Modela o que queríamos estático,
Determina solitário o que desejávamos conjunto
E ainda assim não há como fugir
O que resta é ser carregado por este tornado.
Gustavo Chaves
Enviado por Gustavo Chaves em 21/04/2006
Código do texto: T142827
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Chaves
Mundo Novo - Bahia - Brasil, 27 anos
17 textos (830 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:52)