Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cardíaco

Disparo versos
venenosas palavras
que escapam venosas
enquanto minha válvula mitral
contraí-se distraída.


Tenho as mãos ensangüentadas
do sangue que nega a vida
minha caneta engatilhada
dispara
inconstante
no instante
em que a parada cardíaca
fulminante
paralisa a poesia hipotética
no patético mundo,
imundo, apoplético.

Absorvo e observo
o cataclisma
pelo prisma inverso
pelo sonho anverso
pelo desconsolo
dos meus versos tolos.
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 01/05/2006
Código do texto: T148322

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56514 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:12)
Mauro Gouvêa