Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A busca

Saio à cata de emoções.
Reviro gavetas,
releio velhas canções
abro armários,
nada encontro.

Ainda procuro emoções.
Derrubo paredes,
vasculho porões.
levanto tapetes,
espio vitrines.
Mesmo desta vez
nada encontrei.

Continuo procurando emoções,
remexendo feridas
abrindo corações
relembrando passados,
sondando as mentes.
Ainda nada.

Quero emoções!
Vou à praças públicas
faço comícios,
organizo revoluções,
pleiteio direitos.
Nada valeu.

Onde estão as emoções?
Vou a igrejas,
decoro orações,
invoco forças ocultas,
adoro deuses antigos.
Ainda não foi desta vez.

Desisto da procura.
Volta para casa cansado
o corpo suado
a mente febril,
os olhos ardendo.
Tomo um banho e ligo a televisão.
Depois de tanta luta
me vem uma raiva muda.
Achei minhas emoções
apenas ligando um botão.


Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 02/05/2006
Código do texto: T149000

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56510 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:28)
Mauro Gouvêa