Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOTURNO

Nesta noite furiosa que esmaga meus sonhos
Afasto as cortinas para ver a chuva,
Abro as janelas e me desnudo.

Acendo uma fogueira dentro do quarto
E me acomodo tranqüilo
Para ler poemas.

Amanhã verei o sol
Como a imensa flor amarela que desabrocha o céu.



EDILSON PAULO
Enviado por EDILSON PAULO em 03/05/2006
Código do texto: T149890
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EDILSON PAULO
Formosa do Rio Preto - Bahia - Brasil, 48 anos
15 textos (704 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:28)
EDILSON PAULO