Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sumindo

Eis que se esvai o gosto da ausência
Encontro-me comigo.
As peles exalando
As bocas perdidas
Os olhares fixos.
Eis que se esvai o gosto da solidão
Perco-me nos braços
Esqueço tempo e espaço
Vendo-te me acho.
Eis que se esvai o gosto do vazio
Deixo-me ser
Deixo-te em meu ser
Formamos um ser.
Eis que se esvai o gosto do choro
Do abandono,
Do sono.
Ficam somente os corpos
De duas almas
Que não sabem
Se despedir .
Nem pedir
Nem seguir
Nem ter fim.
Eis que se esvai o medo de ti.
Rosalice
Enviado por Rosalice em 04/05/2006
Código do texto: T150284
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosalice
São Luís - Maranhão - Brasil, 32 anos
55 textos (2739 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:56)
Rosalice