Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tristeza Infinita

A onde o vento vai, meus pensamentos acompanha.
Na folha seca que cai, no rio seco, ou num mar de lama.
No inverno dessa solidão, ou no topo da montanha.
Aonde o vento levar o meu sofrimento acompanha.

Triste, como eu ninguém é, viver sem amor eu sei, não dá.
Mais Feliz do que eu já fui... Ninguém foi.
A onde soprava o vento, o tempo passou.
Perdido em letras, sorrisos, e palavras vazias agora estou.
Como pode um homem viver neste mundo como estou?

Minha mulher partiu!  Para longe dos teus braços fiquei,
Sem nada na bagagem fui atrás , mas, ela não encontrei.
Lágrimas caem sem parar dos olhos meus, lembrado dela,
Vivo um dia por mês, Quando não morro um mês por ela.

Volte rainha do meu lar, Dona do meu coração, volte minha
amada, eu preciso te pedir perdão.
Volte ao nosso lar, ao aconchego de nossa casa,
esqueça que já fomos, folhas secas na estrada...



                   


                    "Direitos Reservados"
NadaHaver
Enviado por NadaHaver em 05/05/2006
Código do texto: T150652

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
NadaHaver
Itapecerica da Serra - São Paulo - Brasil, 44 anos
47 textos (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:36)
NadaHaver