Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flores

Flores, por todos os cantos, louvando o soberano Deus.
Flores, de todas as cores, de tantos amores, anunciando a paz.
Flores, já não quero mais.
Flores, nem me servem amores.
E agora é tudo ilusão.
Parece que não existem, nem fazem tanta diferença assim se faltarem.
E é necessário muito olor para notarmos.
Flores, assim como antigamente.
Assim nessa perfeição.
As vezes são perfeitas, as vezes enganação.
A beleza é plena mas em seus cantos há espinhos.
E lá estão elas, brilhando mais uma vez.
Namorados presenteando, e a morte as homenageando
Em todas as festa, lá estão elas.
Em todos os cultos, em todos os cantos.
Um paraíso formando.
Mas já não as quero mais.
Pra que querer?
Flores, já não quero mais.
Flores, já nem me servem amores.
Pra que querer então?
Iaiá Correia
Enviado por Iaiá Correia em 06/05/2006
Reeditado em 15/05/2006
Código do texto: T151258
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Iaiá Correia
São Paulo - São Paulo - Brasil, 35 anos
23 textos (1570 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:17)
Iaiá Correia