Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AGRADECIMENTOS



 


 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 



"...Eu tenho tanto a agradecer...

À vida que ainda me quer viva,
aos amigos que me enxugam as lágrimas,
a oração que me deixa mais leve
e aos filhos que tive e que são a razão maior...

Agradecer,
por ter aprendido um pouco mais
sobre dar e receber,
sobre amar e suportar,
sobre saber e esperar...

A conter os meus impulsos
sem despersonificar os meus desejos,
porque a alma não se trai
e o coração é insondável...

A compreender que não se encerra uma questão,
sem antes ouvir todas as respostas;
assim como não se fecham todas as portas
se restar ao menos uma janela aberta
ou dela apenas uma fresta...

Agradecer,
às minhas mãos que acariciam,
que escrevem, que acenam,
que se entrelaçam...

Agradecer
pela chuva que molha meu corpo
e pelo vento que me refresca o calor...
Tudo isso me faz entender que ainda vale a pena...

Agradecer a Deus
pelo ânimo e pela esperança,
por ter me proporcionado o gosto pela leitura,
a sensibilidade para a música,
e por ter me dado o dom do discernimento
cuja falta dele, me teria, já, enlouquecido !

Agradecer
por me ter feito um pouco poeta,
só assim consigo tirar das minhas aflições,
momentos agrônicos
de poesia dolente e lacrimejante
que vaza e se expurga de mim,
lançando fora , como um rebento,
toda a dor de me ver injustiçada...

Agradecer
pelo meu trabalho,
por me fazer sentir útil e necessária,
por não me deixar ociosa
e entregue somente à tentação de odiar...

Agradecer
por não me deixar sucumbir,
e pela força que me faz
maior e mais forte
que toda esta rede emaranhada;
que toda a faca afiada
e todos os tapas doídos...

Agradecer
por ter me ajudado a levantar
toda vez que caí,
e pela lição de luta e humildade
apreensível em todas as quedas...

As meus olhos que viram tanto
mas que somente agora enxergam;
Ao meu corpo todo
que é um instrumento perfeito
e não disforme,
cuja matéria é a maior certeza
de que tudo é mutável,
que a gente nasce, cresce,
envelhece e morre!..."
 


Sonia Pallone
Enviado por Sonia Pallone em 07/05/2005
Código do texto: T15289

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Pallone
Atibaia - São Paulo - Brasil, 65 anos
277 textos (18113 leituras)
2 e-livros (160 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:47)
Sonia Pallone