Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ADIVINHAÇÕES

No fundo da minha xícara
eu previa o futuro
na borra de café árabe:
adivinhações, sorrisos,
e nenhum arrependimento

E a vontade de te rever
vinha renovada,
dois quereres para um bis,
estourava igual rojão
dia de parada
fogos de artifício

Vi fragmentos de todas as cores
ruídos de mil decebéis
o meu lábio imantado no seu
neste campo magnético
não havia saída
só entradas


Esse seu beijo
mudou minha inlcinação
a direção da minha vida
ele foi simultaneamente
guincho e escavadeira
ergueu meu desejo
cavou algo ainda preservado,
tombado historicamente.

Você desmatou
minha mata atlântica
arrancou meu látex
contrabandeou meus diamantes.

No litoral do meu ser
invadiu minha praia
em forma de ferradura
e trotou com todos os seus cavalos
rumo a minha Tróia.

E você pode perceber
como é que um ser vaza
ao comando de um simples toque,
viu como uma casa
se torna um oráculo
quando semi-deuses se colhem
e recolhem..

A vista do mar
e o seu visto em mim
isso ninguém apaga!

Helena Istiraneopulos
Enviado por Helena Istiraneopulos em 12/05/2006
Código do texto: T154955

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Istiraneopulos
Estados Unidos, 45 anos
256 textos (19045 leituras)
2 áudios (240 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:28)
Helena Istiraneopulos