Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quintal de Amoras

Há um túnel de folhas
onde colho pedaços de espumas vermelhas.

Delicadeza da fruta.

Docícula,
tanta miudeza não faz fartura,
mas são adornos à árvore,
como em festa de natal.

Os talos disputam com as formigas um lugar.
Enfeitam-se,
Penduram brincos de mel...

Geléias, doces sutilezas, no café da manhã.

No fim da tarde,
vou colher um pouco disso ou daquilo
e, depois, limpar os dedos pigmentados
pelo doce de verão.

2005


Aglaé Meinberg
Enviado por Aglaé Meinberg em 14/05/2006
Reeditado em 28/05/2008
Código do texto: T156157
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aglaé Meinberg
Varginha - Minas Gerais - Brasil
47 textos (2007 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:45)
Aglaé Meinberg