Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caminhos

Cores são para colorir
Os olhos para adormecer
Morte
A boca para sorrir
O ouvido para ouvir
Que ouça a canção
quem ten nariz que exale e sinta
a solidão
quem tem cabeça use-a
tire o chapeu
Nao faz sol
Esta anoitecendo
O sol esta se pondo
não tem nenhuma criança nas ruas
os bares estão repletos
de ilusão...
Nem pássaros que esvoaçam
no infinito...
Nem asas do pássaro noturno
As mãos colam ao peito
O coração não sente as mãos
As mãos nao sentem o pulsar do
pulso e do coração
O corpo agora é arco-íris e luz
Ele anda sobre caminhos de silêncio e dor
E o amanhã é tão natural
que adormece
em teus pés
Sobre o gelo frio
da morte...
A lua adormece
O sol resplandece
O tempo fenece
Em Flor, em polém,
em lágrimas
Os dedos agora petrificados
Tocam a tua face pela última vez
E os olhos perseguem uma esperança inalcansável
E o dia se findou sobre um olhar solitário
Desfalecendo sobre os jornais
numa vaga sombra
sobre a janela do quarto...
poetadasletras
Enviado por poetadasletras em 16/05/2006
Código do texto: T157054
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poetadasletras
Itapetinga - Bahia - Brasil
4 textos (326 leituras)
1 áudios (45 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:02)
poetadasletras