Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor sabe esperar

Dos sonhos mais longes te encontrei.
Te procurei entre o sim e o não da esperança,
Te anunciei nos quatros cantos do mundo,
Perdi-me de ti.
Gritei teu nome durante dias sem fim.
E quando da tristeza já consumida, te encontrei.
Sim, estavas lá,
tão perto de mim
tão ao meu alcance, tão meu
Não sei por quanto tempo te segui em meus sonhos
te esperei,
te prometi em segredo,
te amei.
E nos meus braços te apertei, com afago,
com desespero,
Como  não querer acreditar ao te encontrar
do amor tão forte chegar sorrateiro.
Fiz-me tua sem imaginar que nunca mais iríamos nos separar,
Porque não se pode duvidar que amor sabe esperar.
Ana Clea Bezerra de Abreu
Enviado por Ana Clea Bezerra de Abreu em 18/05/2006
Reeditado em 18/05/2006
Código do texto: T158286
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Clea Bezerra de Abreu
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 39 anos
49 textos (3785 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:46)
Ana Clea Bezerra de Abreu