Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O LUGAR ONDE MORO.

Longe muito longe.
Perto muito perto.
Longe da cidade;
Perto da paz.
 
O lugar onde moro;
Tem cavalo, tem boi, tem mato;
Tem muita criança a brincar.
Cachorro; bola; e lugar pra caminhar.
 
O lugar onde moro;
É feio quando se chega,
E belo quando se vai.
 
O lugar onde moro;
Tem muito verde;
Tem muito vermelho;
Tem muito azul.
Verde das arvores;
Vermelho do barro; e azul do céu...
E da proximidade com o mar.
 
O lugar onde moro;
E um lugar de muita fé,
E pouco “Axé”.
 
No lugar onde moro;
Encontrei paz e aconchego.
Nele descobri meus mais profundos segredos;
E o amor que guardava em meu coração.
 
O lugar onde moro;
Tem musica nos ventos;
Tem brisa no relento;
E muitas estrelas para contar.
O lugar onde moro;
Tem morro; tem trilha;
Tem pedras de onde um dia,
As águas deviam rolar!
 
Lugar pra descansar; pra orar; namorar e se entregar;
Dormir até tarde, olhar a natureza, subir a ladeira;
E avistar o mar!
 
O lugar onde moro;
Fez-me descobrir o amor e a falta dele!
 
Tem nome de Santa;
Em um bairro que encanta,
Em sua história e tradição;
Assim é o lugar onde moro;
Onde deixarei que raízes encontrem solo fértil...
E brotem em meu coração!

Autora: Raquel Nascimeto em 04/04/2006
Bairro: Sant Cruz – Conj.  Sta Veridiana - RJ
 
ESTE POEMA GANHOU O PRIMEIRO PRÊMIO NO 1° FESTIVAL DE POESIA SANTA  VERIDIANA NO DIA 07 DE MAIO 2006. Se gostou pode dar os parabens à autora por e-mail raquelnasci@ig.com.br
O Organizador do Festival
Victor Alexandre
 
Victor Alexandre
Enviado por Victor Alexandre em 18/05/2006
Código do texto: T158287
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Victor Alexandre
Bélgica, 70 anos
274 textos (75089 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/10/14 05:44)
Victor Alexandre



Rádio Poética