Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
DEIXEMOS, POIS...


Deixemos que a emoção fale a voz do coração
E vivamos o presente sem pensarmos no amanhã
Ou sejamos racionais e aleguemos que a razão
Deverá prevalecer, em que pese o nosso afã...

Calemos as nossas vozes e fiquemos escondidos
Como um monge tibetano a orar pelo deserto
Ou falemos para o mundo que amar é proibido!
E deixemos de fazê-lo, achando que não é certo.

Deixemos que o amor aflore em nossos corações
Como uma erva daninha em um campo cultivado
Ou deixemos que a moral bloqueie nossas emoções
E nos sintamos idiotas por estarmos apaixonados.

Deixemos, pois, nossas loucuras por fazermos
E fiquemos inertes, sempre a nos censurar
Quem sabe, assim, deixemos de nos querermos
E vejamos a razão agindo em nosso lugar!
Germano Correia da Silva
Enviado por Germano Correia da Silva em 20/05/2006
Reeditado em 28/05/2006
Código do texto: T159745
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Germano Correia da Silva
São Paulo - São Paulo - Brasil
454 textos (52262 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:11)
Germano Correia da Silva

Site do Escritor