Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fala mal falas

Quantos filhos foram perdidos por medo
Filhos de maior qualidade; filhos amados
Foram perdidos em naus de brilhos foscos
Foram perdidos por vontades únicas: Foram desperdiçados!

Pais e mães de aluguel, acaso rente ao imprevisto
As peripécias cotidianas perdidas ao redor; feitos passados!
Todo o amor amado nem valeu mais a pena em continuar [...].
Perdido, foi; chances perdidas ao vento massivo!

A-D-A-P-T-A-Ç-Ã-O!
Souberam ser mais verdadeiros com a oportunidade de felicidade
Os sons que vieram espantam! Espantam...
Nem tudo que foi dado é realmente verdade!

Todos os dogmas foram aceitos, a primeira parte foi feita
Feitos previstos alucinados; loucos e... INCOMENSURÁVEIS!
Nos tempos de violência fazem as melhores razões...
É o que nos falta para sermos melhores; é o que simplesmente fala!

Qual o poder da fala e seus antecedes?
Eu nem sei falar, mas sei ser; mas sei sentir; mas sei viver!
Com ou sem verdades faladas; transladadas
Eis me aqui, com todas as duvidas e feitos em minhas mãos...
iuRy
Enviado por iuRy em 25/05/2006
Código do texto: T162434
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
iuRy
Olinda - Pernambuco - Brasil, 28 anos
71 textos (1342 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:29)
iuRy