Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A mulher em prosa e verso

A mulher em prosa,
não é mensurável,
tão pouco limita-se,
no entanto cabe a medida certa.

É parte de tudo
envolve o nada
está acima
das pequenas coisas
flutua sobre a terra.

Faces ocultas
Pairam sobre o céu
entre doces véus
perfume sedutor.

O encontro.

Não há tempo
futuro inconstante.

Brincar com nomes
papéis ao vento.
Então será, o que quiser
terá o consentimento de Deus.

Com braços e olhos abertos,
para outra direção,
em algum lugar!
Qualquer lugar!
Onde haja descanso para a alma.

Pó de mármore
esculpe no silêncio
sólidas pessoas.

Em busca do belo,
em busca do nada,
pela janela,
flores crescem.

Ciclo da vida !

Dentre passos cadenciados,
firmes.
De mãos dadas com a vida
frente ao calendário secular.

Não há pressa.
Há presença.
Completando todo o ser.

A mulher em verso
oculta-se no inverso
conjuntura maior,
dentre regras e gêneros
fita métrica dos sentimentos.

Amparo dos homens
não há dragões ou heróis
apenas a rejeição do eco .

Melhores  tempos
risos e canções
dores de amores
calcárias ilusões.

O frio, o pesar.

Serás a mulher necessária?
Tão pouco existe!

A revolta
nas pontas dos pés
direciona-se o objetivo.

O corpo grita
em gestos loucos
a fúria verde.


Apressa-te mulher
à procura de algo para viver.
Sonhando...
... passageiros sem vôo.

Dos resíduos insiste o Por quê ?
transborda o medo da solidão.
Em ser mulher.


Concurso Internacional Mulher em Prosa e Verso com Poesia Finalista publicada pela Editora Alba em 1997.





Aglaé Meinberg
Enviado por Aglaé Meinberg em 29/05/2006
Reeditado em 25/11/2008
Código do texto: T165319
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aglaé Meinberg
Varginha - Minas Gerais - Brasil
47 textos (2007 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:11)
Aglaé Meinberg