Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Falta de um igual

Desce, corre, canta, pula;
é igual, mas eu não criei.
Queria ter o poder
de te
beijar.
Anjos, cantem
um novo tempo muito antigo.
Minha realidade
é um filme de
fixão
Ela se esconde
perto de onde
eu não possa mais sonhá-la,
apenas deliro:
seu corpo, seus cabelos...
Um segredo amor:
somos todos loucos,
minha mão delicada
tocou sua face enigmática
Oh...
Agora é a hora,
enquanto tenho olhos
pra ver de, forma indolor,
seu corpo, sua dor,
antes que os anjos te devolvam,
antes que te lamente a distância.
Amor é aquilo que eu queria ter.
Mas você brinca
de ser
irreal,
meu espelho feminino.
Dil Erick
Enviado por Dil Erick em 12/05/2005
Código do texto: T16591
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dil Erick
Macapá - Amapá - Brasil, 29 anos
325 textos (13532 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:51)
Dil Erick