Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sala de espera

Na sala de espera da vida
deixaste teus ideais e quimeras
aprisionados na tua covardia.
Tenho pena da tua solidão,
da tua covardia
quando a areia correr
por entre os dedos
e a mão ficar vazia.

Cuida que é tempo
de libertares
tuas emoções
mais caras e completas
Para viver em plenitude
e em essência
o que a vida, ainda,
te quer dar.

Não tardes,
para que não seja
tua companhia,
o vazio de um teatro
quando o espetáculo acaba,
as luzes se apagam
e o silêncio apavora.
Maria Alice Estrella
Enviado por Maria Alice Estrella em 12/05/2005
Código do texto: T16631

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Alice Estrella
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 66 anos
13 textos (1133 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:45)
Maria Alice Estrella