Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLHOS VERMELHOS

As vezes só
E olhos direcionados pro asfalto
A marca das mãos em uma janela esquecida
Algumas lembranças
Que fizeram lagrimas saírem dos olhos vermelhos
Por amargos sentimentos ignorados
O vacilo da razão
Decisões de um coração orgulhoso
E um pouco ferido
A ausência dessa existência
Se fez calada
Perdida talvez
A solidão que rebate o animo dos fracos
Está presente mais uma vez
E você se fez vitima
De mais um golpe oculto
Que só seu peito sentiu a força
Procure esquecer, e não se importar
Por olhar profundamente a noite
E não perceber as estrelas
Saudades distraem a percepção
A vida é quase perfeita e converte esses valores
E seu dinheiro paga esses sentimentos ignorados.
Diego Navarro
Enviado por Diego Navarro em 13/05/2005
Reeditado em 13/05/2005
Código do texto: T16716
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diego Navarro
Londrina - Paraná - Brasil, 35 anos
17 textos (579 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:37)
Diego Navarro