Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Calvário...

Jogada à efemeridade,
lutando com a saudade,
renasce comigo um ser antigo.

Até a sombra
se desmorona,
o coração a pleno pulmão.

Ser solitário,
já deste calvário,
não se lembrava nem ansiava.

Porém é merecido,
perecer sem ter comigo,
nem mesmo o pulsar
do teu coração ao me amar...
Vânia Sousa
Enviado por Vânia Sousa em 01/06/2006
Reeditado em 01/06/2006
Código do texto: T167349
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vânia Sousa
Itapetininga - São Paulo - Brasil, 35 anos
45 textos (1398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:11)
Vânia Sousa