Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pássaro

Liberte-me, deixe-me voar
sobre jardins de flores perfumadas,
guiando-me pelo caminho dos sonhos,
pois neste espaço solitário,
as grades projetam em mim
sombras de tristeza,
e faz-me vestes de presidiário.

Meus olhos brilham como espelhos
refletindo o mundo lá fora,
onde o vento agita os mares,
as nuvens trocam de cores
e eu, pássaro, arrisco-me feliz,
planando, ou em vôos rasantes,
sempre vendo ao longe,
a linha do horizonte onde
céu e mar encontram-se, enfim.

Quero voar, sempre...
em direção aos sonhos que esqueci,
de tanto serem apenas sonhos!
Quero abrir as asas e me atirar,
sentir o cheiro do mundo,
rir, chorar e viver, enfim,
morrer no brilho do meu dia,
e não nas sombras de um quarto escuro.

Deixe-me acordar de manhã
e sentir a imensidão do espaço
para onde posso pular e voar.
Deixe-me ouvir o repicar dos sinos
das igrejas bem longe
para onde posso ir, se quiser.

Enfim, meu senhor,
liberte-me dessa gaiola,
por favor.


Inspirada na imagem postada acima

Imagem da Net
Direitos autorais reservados para o texto
Jotabe
Enviado por Jotabe em 02/06/2006
Reeditado em 02/06/2006
Código do texto: T168132

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jotabe - http://www.recantodasletras.com.br/autores/jotabe - Não é permitido modificar este trabalho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jotabe
Brasília - Distrito Federal - Brasil
682 textos (142788 leituras)
5 áudios (7425 audições)
23 e-livros (40689 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:37)
Jotabe