Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERSOS ENCARNADOS PARA UMA DAMA DE VERMELHO


Quem impera nas têmperas das encruzadas
Não necessita dos meus insulsos carinhos
Não se apetece por uma paixão desatinada
Não almeja das minhas rosas colher espinhos.

Uma a uma as pétalas vão caindo
Uma a uma se desiludindo
Me dou por vencido
Mas o coração teima em resistir.

Na barra da saia de sete rubros lenços
A felicidade deixa de ser ilusão
A alegria floresce na rosa dos ventos
Só para mim, tudo permanece solidão.


Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 02/06/2006
Código do texto: T168134
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16229 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:54)
Antonio Virgilio Andrade