Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O poeta e a alma

Heis que morre o poeta
e acabam-se os versos, os choros e os risos
morre a alma perfeita
a dor mal sentida, o amor mal vivido

heis que se finda a batalha
o herói perde a luta, o mal prevalece
a vida não cessa,e teimosa perdura
a alma de nobre e tola, envelhece

mas a alma é eterna, não sofre, espera
que um dia o destino se assuma menor
o poeta não morre, transmuta, revela
pois a alma e o poeta não passam de um só

a dor, que é de dor, não é dor se não dói
a lágrima, que é lágrima, não chora, mas cai
o poeta que sofre, sofre por amor
e o amor não vivido, não merece um ai

Wagner de Souza
Enviado por Wagner de Souza em 03/06/2006
Reeditado em 06/06/2007
Código do texto: T168772
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wagner de Souza
Piracanjuba - Goiás - Brasil, 32 anos
20 textos (1397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:34)
Wagner de Souza