Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMEM DO MAR

Homem do mar boca de sal olhos de céu
alma indomada e revolta como o vento
sua morada é o horizonte que escolheu
seu leito é espuma entre lençóis de firmamento

O seu maior desejo é sempre ir mais além
dar voz e alma a um sonho mudo de conquista
ser muito mais do que um  não se bastar de aquém
rasgar mil mares e mundos que só ele avista

Cada largada olhos de água a transbordar
coração vadio ansioso e inconstante
é fome de distância  sede de amainar
a ansiedade que lhe rói a alma errante

E em cada porto uma sereia estonteante
de corpo embriagante como doce mosto
é paz e brasa de lareira confortante
onde derrete a ansiedade em fogo posto

Velho lobo do mar em terra a contragosto
é como peixe fora de água a estrebuchar
gaivota aprisionada  pranto de desgosto
asa quebrada que perdeu o seu voar

(In Antologia Poética da Associação Portuguesa de Poetas/2005)
Carmo Vasconcelos
Enviado por Carmo Vasconcelos em 15/05/2005
Código do texto: T17139
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carmo Vasconcelos
Lisboa - Lisboa - Portugal
203 textos (15408 leituras)
62 áudios (7662 audições)
15 e-livros (1368 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:13)
Carmo Vasconcelos