Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

futuro

Renovação

O novo devora com força a mente do ser primitivo,
O cérebro é o apoio do pensamento intuitivo
Cansado, sendo invadido pelo tolo ato,
De deixar sua história híbrida tornar-se um simples fato.
Rebelando-se assim numa remota guerra.

Às vezes estremecendo a poderosa terra,
Que argumenta sem ter o argumento e encerra
Em sua própria voz uma explosão tamanha
Que destruiria com louvor toda a sua sanha.

Como entenderei, eu, simples mortal,
O poder dessa mudança que em tudo atua?
Da renovação tudo afinal,
Prevalece a história da navalha crua.

Morto para o mundo,
Sem um ideal profundo.
O novo é ignorado de forma doente
A modernidade para ti, a sua frente.

Fim de vida para este ser arcaico.
Antes da via crucis no final que emula.
Só resta pensar em cristo no calvário.
Do poder retrógrado que anula.

cristiano rezende
Enviado por cristiano rezende em 11/06/2006
Reeditado em 08/12/2012
Código do texto: T173581
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
cristiano rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 41 anos
38 textos (2592 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 11:50)
cristiano rezende