Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Caminho Pelos Ares

Os sussurros do vento estão assustadores
Essa noite
Trazendo pensamentos e temores
Quem sabe mais que rumores
De outras partes do escuro.
Distantes, incertos
Desconhecidos como o futuro.
Despertou aquele medo
Que desde hoje cedo
Já estava por aqui
Enrolado
Disfarçado.

Esse vento corre frio
Cantarolando como um rio
Mas, vazio,
Só espalha o mistério.
Ele é feito de incerteza
E, para minha surpresa
Me identifico com relutância
A toda essa inconstância.
Talvez seja esse o fator
Que me impõe maior pavor,
Pois, assim como o vento,
Não conheço meu próprio intento
E causo a maior confusão
Andando em círculos, insistindo
Mas na verdade estou sempre partindo
Para algum outro lugar
Mesmo que eu queira ficar
Não consigo me deter
Ou compreender.

Estou sempre divagando
E escapando
Por entre meus próprios dedos
Fugindo de eternos medos.
Chorando como o vento lá fora
Que se lamenta a toda hora
Dessa vida
Tão dolorida
Por não conseguir simplesmente ficar
E relaxar.
Mas, sempre trazendo tempestades
(essas involuntárias maldades)
Que para maior tristeza
Fazem parte de sua natureza.
Se percebe vagando em vão
No meio da solidão.

Chora, vento, com meu coração
Seus gemidos brotaram dentro de mim
E seguem encharcando o mundo
Até o fim...
Heidi Costa
Enviado por Heidi Costa em 12/06/2006
Código do texto: T173875
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Heidi Costa
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 33 anos
9 textos (178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:17)
Heidi Costa