Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AQUI SENTADO

Aqui sentado ao pé das horas
Ainda leio devagar
Porque procuro compreender
Percebo as sombras em minha volta
Pra distrair a frieza em meu sorriso
Persigo passos abandonados com os olhos
Exatamente de onde estou sentado
E ainda carrego uma flor murcha nas mãos
De alguns anos pra cá
Que não me lembro, onde apanhei
Ainda sinto o passado
Um olhar distante & uma ligeira dor nas pernas
Que tento abandonar pelo caminho
Um labirinto de luzes, que nunca estive perdido
Um imenso jardim em frente a porta
Que jamais foi alcansado
Talvez o tropeço de alguns atos
Não foram suficientes para me alimentar
E seguir adiante.
Diego Navarro
Enviado por Diego Navarro em 17/05/2005
Código do texto: T17500
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diego Navarro
Londrina - Paraná - Brasil, 35 anos
17 textos (579 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:24)
Diego Navarro