Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMADA SOLIDÃO

AMADA SOLIDÃO

Por  onde andastes,
Que  caminhos seguistes?
Que  minhas preces nem ouvistes,
Feitas  com ternura e muito tristes!

Seguiram-se  noites e dias sombrios,
Um  sorriso amargo a bailar em meus lábios;
No  peito, ardentes espaços vazios,
Sentindo  meu ser em tênues fios.

Com medo minh’alma sofrida
Sentiu-se, com teu silêncio, perdida.
Receio de não mais ser sentida
E terminar solitária a vagar pela vida...

Diga-me, por onde andaste então?
Mostre  que te ausentastes com razão
Faças, com que entenda, meu coração,
E jamais me abandone minha amante solidão!

umvelhomenino
MORDEGANE
Enviado por MORDEGANE em 17/05/2005
Código do texto: T17620
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MORDEGANE
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 61 anos
69 textos (5655 leituras)
1 áudios (35 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:42)
MORDEGANE