Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Testamento

No fim dos meus dias deixo aqui firmado,
que nada tenho; mas pretendo levar comigo
apenas o espírito, que por Deus me foi dado
p'ra aprender a ser humana num mundo mendigo.

Não fui santa, nem prostituta, fui mulher...
Nasci da cumplicidade e amor de um casal
e não de uma relação amorosa qualquer,
nem por acaso...num momento intemporal.

Aprendi sobre o respeito e dignidade
sob rédeas duras de forte educação;
quis realizar o sonho em realidade...
Que para eles era apenas ilusão.

Havia o veto de expressar minha vontade,
então, surgiram versos dentro d'alma...
Foram-se formando poesias em verdade,
que mantinham em mim a vida mais calma.

Quantos anos se passaram desde então,
dentre eles, tanta dor e alegria...
Muitos deles simplesmente foram em vão,
outros tantos fui feliz e não sabia.

Contudo, aprendi que não interessa
o quão sincera seja a nossa intenção;
a vida nessa terra sempre atravessa
outras vidas, vazias de compreensão.

Não tenho à quem legar o que aprendi;
levo então, comigo, minha reles experiência
de tudo que por bem ou mal eu vivi...
E em meus versos decretei falência.
Anna Müller
Enviado por Anna Müller em 17/06/2006
Código do texto: T176990
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Müller
Boa Vista - Roraima - Brasil, 52 anos
89 textos (4243 leituras)
11 áudios (4397 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:35)
Anna Müller