Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GAZAL DA ORGIA

A noite penumbra nossa face
Iluminando a desmedida fantasia

De te amar na calçada da rua
Como se fosse uma vadia

O calor da boca tua me consome
Fere a carne e acaricia.

De possuído te faço possuída
Com volúpia que me pedias

O sol tinge a linha do horizonte
Revelando que o inesperado acontecia

Que no pesadelo da sua insônia
Uma sombra a tudo assistia

O notívago liberta-se do abrigo
Com ébrio o vulto se movia

Para, pede cigarro e isqueiro
Para brindar nossa noite de orgia.
Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 18/05/2005
Código do texto: T17782
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16229 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:07)
Antonio Virgilio Andrade