Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Somos luz

Teu corpo, deve ser belo
como uma lenta explosão cósmica
isso sem falar do silêncio
que se cristalizou na minha boca
em nenhum momento parei de sonhar
é porque amanheci de propósito
vivo e ereto poderoso nômade
homem calado não é apenas homem calado
demais, eu prefiro as árvores
elas têm galhos
e de olhos fechados fico invisível
sou (completamente) o que sinto
vou andando menino
te deixarei estrelas, estou cansado
eu amo a frescura da noite
dentro cabem os instintos
e nasce um jasmim ele é quase inefável
tirar uma flor é modo pungente
sempre me contentarei porque você existe
mas você teve um começo
agora quer explodir como uma música um insight
é tempo de mera suposição, alguma coisa sem fundo
um pensamento selvagem indecodificável
o que estou dizendo é um grito
a alegria é uma onda inquieta indo e vindo
delicadamente, o sexo
(tão difícil é dizer-te o abismo
e pensar, terrivelmente apavorante)
nós dois, subjacentes, somos luz
Ronaldo de Luna
Enviado por Ronaldo de Luna em 20/06/2006
Código do texto: T179110
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ronaldo de Luna
Recife - Pernambuco - Brasil
12 textos (417 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:24)
Ronaldo de Luna