Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BRANCA

PINTA-SE HORA
EM MINHA MENTE,
TUA PELE CLARA...
QUIMERA INCANDESCENTE!

OVALHO NOTURNO..
BENDIGO,
PERMANECER NUM SUBMUNDO,
CULMINADO DE ANGÚSTIAS,
QUAL DESTA PAIXÃO DESARMA.
DEU-SE NELE,
NOVA E FIEL LEMBRANÇA,
CONTRARIADA.

TODAVIA,
BRADAREI POR UMA DANÇA TUA,
AO PROVAR DESTA CICUTA SANA-
LIMIAR DE PELE BRANCA-,
COBRINDO-TE À MINHA FEBRE LÍRICA...

COMPUS AO ACASO,
UMA AMADA, NA SURDINA.
RODRIGO PINTO
Enviado por RODRIGO PINTO em 20/05/2005
Código do texto: T18171
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RODRIGO PINTO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 99 anos
318 textos (19285 leituras)
2 e-livros (912 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/05/17 01:00)
RODRIGO PINTO