Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dos rumores de guerra



Soam tambores, poeta, soam;
Se de guerra ou festa pouco se sabe;
Ao longe os ouço; a distância ecoam
Como o rufar imponente da tempestade.

E há tempestade, poeta, cá dentro d´alma;
E há lufadas fortuitas de vento voraz;
E nos ares se evadem o sossego e a calma,
A sonhada alegria, a ansiada paz.

Soam tambores, poeta, e eu escuto,
Muito embora não saiba o que são:
Se os murmúrios distantes de guerra
Ou as batidas do meu coração.
Shirley Carreira
Enviado por Shirley Carreira em 24/06/2006
Código do texto: T181724

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Shirley Carreira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
271 textos (19334 leituras)
10 áudios (2665 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:32)
Shirley Carreira