Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Odalisca Selvagem

Sou dele a Odalisca Selvagem
E dançando, em festa, me deito
Sempre nua de pele e bagagem
O recebo gostosa em meu peito
Sou kadin, concubina, devassa
Arremeto em verso e poesia
Trafego onde seu destino passa
Selvagem, magnífica, vadia.
Meu sultão deita a sua fúria
Nos véus e em todas de mim
Sou sua jóia e em plena luxúria
Suas mil e uma noites sem fim...
Maria Quitéria
Enviado por Maria Quitéria em 02/07/2006
Código do texto: T186134

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/mquiteria). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Quitéria
São Paulo - São Paulo - Brasil
1098 textos (344672 leituras)
1 áudios (2463 audições)
4 e-livros (3951 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:36)
Maria Quitéria