Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Balaio

É grão que sobe,
É folha que voa,
É chuva ou garoa
O chiado que houve?
É balaio de terra.

Canta menina
E rebola a semente,
Qual água corrente
Em marcha perdida.
É balaio de vida.

Colhe o café
Com mãos e calos,
São limpos os galhos
Num compasso balé.
É balaio de beijo.

É grão que voa,
É folha que sobe,
É balaio de vento...

A dor que ralha
É eco dormente
De velho levante
Ou força que falha?
É balaio sofrido.

Labuta a saliva,
Estrela que lava
Em lombo que curva.
É fome que uiva.
É balaio colhido.

É tarde que tomba,
É cesto ás costas,
É marcar encostas
Em légua pronta.
É balaio pra casa.

É grão que sobe,
É folha que voa,
É balaio de tempo....
Antonio Antunes
Enviado por Antonio Antunes em 03/07/2006
Código do texto: T186717
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Antunes
Reino Unido, 41 anos
41 textos (868 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:37)
Antonio Antunes