Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Porto Seguro

Sangra peito inóspito,
Execrado de amor.
Jorra tristeza sob o peito
Acende a morte sem pudor.


É difícil confiar
sob olhos a delirar.
Que a paixão se sente no coração
e o amor não tem base na razão.

 
Quem não sente o calor
provocado sem tremor.
No peito junto a Hades, sente o temor
de seu corpo arder sem frescor.

Quem ama sangra;
Sem pudor fere o peito;
Perde a confiança no coração.
Apenas na razão vê a solução;
Busca no Infernal o Bálsamo;
Que resfria seu peito em chamas;
Anestesiada e maculada;
sofre a alma rejeitada.


Everton Cangussu
Enviado por Everton Cangussu em 04/07/2006
Reeditado em 04/07/2006
Código do texto: T187250

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Everton Cangussu
Imperatriz - Maranhão - Brasil, 38 anos
25 textos (1069 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:19)