Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alma de um poeta

Quão sensível é um poeta
Quanto sofre no seu versejar
Ao enxergar a alma das pessoas
Ao perceber que elas não querem amar

Suas líricas são como transparências
Que não escondem, escracham suas indecências
Poeta não tem pudor
Poeta sente demasiada dor

E quão doce é o amor do poeta
Um amor que se tem orgulho
Que não se esconde...
Amor notoriamente puro

Coração do poeta?
Deve ser maior que os outros
Para aflorar tantos sentimentos
E por para fora tudo o que se passa por dentro

Vontade dele?
Ter algo para se inpirar
Alguém que possa eternamente
Se doar, para que o poeta enfim, possa exercer o verbo amar!
Daanihh
Enviado por Daanihh em 06/07/2006
Código do texto: T188815
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daanihh
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 27 anos
90 textos (10110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:45)
Daanihh