Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ser que eu não sou

Desconfio que muito tempo passou
Passaram os ventos, os versos...
E eu, fiquei esperando o mundo.
Cansei.

Também mudei.
E hoje quase não localizo
O ser que fui, hoje não sei quem sou:
Portanto, sem presente e sem passado.

Olhando as fotos
Eu pareço algo que não fui
Alguém que me recordo, talvez um amigo
Do ensino médio, que mudou de cidade.

Também mudaram as cores do papel
Estão amarelando cada vez mais
Um dia, não vai dar mais para ler
Mas fica sempre um pedaço jogado em algum lugar...

Só não mudou o olhar.
A mesma tristeza de não sei o quê
O mesmo sorriso cismado.
Um olhar e um sorriso: este sou eu...
Mar de Oliveira Campos
Enviado por Mar de Oliveira Campos em 08/07/2006
Código do texto: T189645
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mar de Oliveira Campos
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
77 textos (5348 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:36)
Mar de Oliveira Campos