Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lembranças

Eu lembro,
Partiste num ontem;
Mas há quanto tempo sofro.

No refúgio da minha "Ribatejo",
Tua lembrança quebra a frieza da minh´alma
E ascende o fogo do desejo.

Como dizer que nosso amor é findo,
No lenço guardo teu cheiro,
E nele vou me consumindo.

Beijos nunca dados sinto.
São doces lembranças,
Fantasias e instinto.
Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 24/05/2005
Código do texto: T19230
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16228 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:56)
Antonio Virgilio Andrade