Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERDADES RASGADAS

Sussurra-te ela agora, algumas verdades rasgadas
Seria dizer-te, como antes e sempre, com palavras incontidas
Como se sente, sei lá, com teu silêncio e partida
E que deveras, na tua indiferença, vê, uma saída.

Sussurra-te ela agora, algumas verdades rasgadas
Como o direito de jogar em teu rosto, culpado ou inocente
De confessar docemente que te ama tanto, tanto e tanto
E afastar-se-á agora, e ainda mais, por enquanto.

Sussurra-te ela agora, algumas verdades rasgadas
Como esse amor passível de beleza morbidamente silenciosa
Mas dane-se o pobre forte coração dela, ele é doente
Padece de um amor, que é nada e tudo. Indiferente.
Renata Marques
Enviado por Renata Marques em 14/07/2006
Código do texto: T193574
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Renata Marques
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 36 anos
12 textos (16531 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:01)
Renata Marques