Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida Cruel

Vida Cruel




Ó vida cruel porque ages assim comigo?
Me tomas em teus braços varonis
E me atiras ao relento, ao poder do vento
Me manipu-las me controlas
Porque fazes isso comigo?
Serei eu tão fraco assim?
A ponto de não me libertar de tão grande encantamento?
Até quando tu agiras assim comigo?
Tenhas consideração!
Será vos tão grande e poderosa força
A ponto de merecer obediência de toda Humanidade?
Será tal humanidade frívola, ingênua a ponto de não perceber
Tuas mãos por entre nossas vidas?
Será algum dia alguém capaz de lutar contra você?
Ó vida cruel!
Assassina, homicidade, fria, calculista.
Essas são suas marcas, vida imunda!
Noiva linda e deslumbrante, manchada de puro e cintilante sangue!
Espero um dia
Alguém de sã consciência destruir a ti ó vida
Numa batalha sem tréguas
Onde poderás haver um Único vencedor
Sem sombras de duvidas, tu seras destruída, aniquilada
Neste dia raiará o sol e a alegria permanecerá a cada alvorecer da alva!!!!





Sérgio Bicalho
Sérgio Bicalho
Enviado por Sérgio Bicalho em 15/07/2006
Código do texto: T194914
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Bicalho
Nova Era - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
7 textos (192 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:49)
Sérgio Bicalho