Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SE...

 Se a juventude soubesse
que a vida hoje é uma rosa
      maviosa
   em viço e cor;
que toda vida vivida
   é como a rosa
 formosa, lívida flor:

 Veria no dia mais dia,
no sol mais brilho veria,
  sentiria mais amor.

Pois a vida como a rosa
pela manhã toda charmosa
a exalar os seus odores,
à tarde silenciosa,
queda-se ao chão dolorosa,
desiludida de amores.

...

E ao ver que o tempo passou,
e tudo quanto era belo
ele consigo levou,
conclui que tudo perece
na teia que o tempo tece
ao longo da estação.


Volta então ao tempo ido
e com o peito dolorido,
vê a vida que padece,
solta do peito um gemido:
--- Ah se eu ainda pudesse!!

MAS COMO A ROSA FENECE!


Júlia Carrilho Lisieux
Enviado por Júlia Carrilho Lisieux em 19/07/2006
Reeditado em 30/07/2008
Código do texto: T197505

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Júlia Carrilho Lisieux
Brasília - Distrito Federal - Brasil
33 textos (2081 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:27)
Júlia Carrilho Lisieux