Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Liberdade


Nos teus olhos plácidos
O adormecer do sol é tranqüilo
Longe do burburinho clássico
Bailam sombras mortas
De um mundo trágico
 
Uma pitada de ilusão
Refaz um sonho estático
Muito, muito antes da paixão
E o que parecia revirado
Morre nas pupilas do teu cansaço
 
Calmaria envolta de tensão
Tece de medo e angústia
O riso gasto de paixão
O silêncio amanhece na ironia
Adormece agarrado à solidão
 
Um novo tempo devora
Palavras articuladas em segredo
Não há jaulas para tantas feras
Nem cadeados para tanto medo
A pacata sobrevida comemora
A frouxidão das minguadas esperas.
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 23/07/2006
Código do texto: T200444

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55629 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:42)
Angélica Teresa Almstadter