Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para uma amiga

A minha fuga também é antiga
Não há promessas que já não fiz
Inclusive a de ser feliz
Nem você que é minha amiga
Sabe dessas minhas doses obsessivas
De crises asmáticas, neuras e medos
Tenho crises permissivas
E espalho meus segredos
Não, amiga, já pedi para o mundo parar
E dele tentei descer um porção de vezes
São tantos os meus reveses
Que nem sei mais contabilizar
Se o teu ego não te escuta, conforme-se comigo
O meu coração é um teimoso
Minh´alma, por ser livre, me sufoca
Quanto mais fujo, mais ela me evoca
Vivo em crise, em eterno perigo
Entre a guerra e o idílio amoroso
Entre a vida e a morte
Alguns me julgam uma forte
Mas sou frágil como um filhote
E quanto mais me aperta esse garrote
Mais me sobe o pavor
Vivo ou morro nessa UTI
Hipertensa de amor
E ele nem aí...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 27/05/2005
Código do texto: T20176

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55638 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:48)
Angélica Teresa Almstadter