Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para meu pai....

Pai...
Será mesmo pai??
Pai, desde pequena, fui educada para te amar e te respeitar. Você me ensinou a gostar de Raul Seixas e a amar Zé Ramalho, me ensinou a nunca perder um só episódio do Pica Pau, me ensinou a jogar baralho e a amar os cachorros de rua.
Muito aprendi contigo. E sou eternamente grata por isso.
Mas você me ensinou também, que a vida é dura com a gente. Me ensinou que as pessoas que mais amamos também podem nos decepcionar, quando menos esperamos. Você me mostrou o pior lado da vida. Me mostrou a dor, a solidão, o medo.
Você me ensinou a ter esperança. Mas me mostrou, também, que ela pode acabar.
Me ensinou que a perseverança e a vontade de seguir em frente, devem andar de mãos dadas comigo. Mas que às vezes isso não acontece, e aí, muitas pessoas podem se machucar.
Me ensinou a confiar nas pessoas. A ter fé nelas, mesmo quando parece impossível.
Me ensinou que a família é importante na minha vida, principalmete quando está completa.
Me ensinou que tenho que estudar e me esforçar. Lutar e, acima de tudo, acreditar.
Pai...
Obrigado por me ensinar tudo isso.
Pena que eu aprendi isso tudo na prática.
E não foi muito bom.
Mas, apesar de tudo, você é meu pai. Por mais que às vezes eu quisesse o contrário.
Eu amo você. Nunca esqueça disso.
E obrigado pela sua presença sempre ausente.
paulamiola
Enviado por paulamiola em 26/07/2006
Código do texto: T202293
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
paulamiola
Tapejara - Rio Grande do Sul - Brasil, 24 anos
20 textos (6199 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:47)
paulamiola