Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hiatos

No vão das palavras sobraram hiatos
Espaços muitos...e mal resolvidos
E eu... um tiro no escuro
Segredos dos passos...dos fatos
Emoção que perde os sentidos
Estancados diante de um muro
A vida vivida em segunda mão
O amor jamais colhido em cachos
Margeado sim, em pista solitária.

Pura demência de uma carência
Que por não explodir...implode
E sangra em vala temporária
Meu prazer experimentado num refrão
Abusa  das fases do teu silêncio cego

Dobras do inacessível
A  tecer loas com o coração
Mil angústias tenho, não nego
Sou amor bandido, inadmissível
Hiatos para esse amor descarado

Grande demais para esconder
Desmoronando em linhas incontidas
Pode até morrer desbotado
E nada...nunca receber
Durante muitas vidas...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 28/05/2005
Código do texto: T20293

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55629 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:19)
Angélica Teresa Almstadter