Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ha certos dias

Há certos dias
Já não vivo mais
Minh’alma se desfaz
Em pedaços de você

Há certos dias
Assolou-me a solidão
E se choro, rio em vão
Com as lembranças de você

Há certos dias
Minha vida é um labirinto
De memórias indo e vindo
Ao encontro de você

Há certos dias
Minha pele sua frio
Desemboco feito um rio
No oceano de você

Há certos dias
A coberta não me aquece
E ao dormir me faço em prece
Nesse templo de você

Há certos dias
Sua ausência me consome
Por não saciar a fome
No alimento de você

Há certos dias
A paixão me banha a veia
E a razão se fez areia
No deserto de você

Há certos dias
Seu olhar na minha entranha
Com meu corpo se emaranha
Nessa teia de você

Há certos dias
Noite alguma me restaura
Por não vislumbrar a aura
Da beleza de você

Há certos dias
Só caminho nos seus rastros
E conclamo em altos mastros
A saudade de você
TXAI
Enviado por TXAI em 28/07/2006
Código do texto: T203691
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TXAI
Campinas - São Paulo - Brasil, 38 anos
11 textos (280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:16)
TXAI