Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

simplicidades

simplicidades vertidas em dias de feriado
cantigas simples nos ruídos surdos da tua voz
e sei que parto sem dizer coisas simples

simplicidades na marcha seca dos teus dias
traços simples nas voltas perfeitas do teu rosto
e sei que parto sem dizer coisas simples

simplicidades rasgadas nas cartas não escritas
palavras simples nas fronteiras dos meus lábios
e sei que parto sem dizer coisas simples

simplicidades tecidas nos rostos mal dormidos
gemidos simples de noites de veludo lilás
e sei que parto sem dizer coisas simples

simplicidades nos brilhos sorridentes dos rostos
corações simples como o meu que se abre aqui
e sei que parto sem dizer coisas simples
marta neto
Enviado por marta neto em 28/07/2006
Código do texto: T203956
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marta neto
Portugal, 31 anos
13 textos (387 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:55)
marta neto