Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lua Sonsa

Lua,
Por que estás tão sonsa?
Estarei eu tão tonta?
Devaneios murchos,
Da flor tão desprezada,
Não fui regada,
Em noite estrelada;
Desprezo ao céu,
Amor que esqueceu.

Oh lua,
Por que estás tão zonza?
Estarei eu tão morta,
Nos sonhos que deixei?
Não fui injetada,
Estímulos vazios,
Motivos partiram.

Lua
Por que não me olhaste viva?
Me causaste um breu?
...
A noite não acendeu,
Sofreu...

Maísa Cristina Vibancos
Pupila
Enviado por Pupila em 21/01/2005
Código do texto: T2047
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Pupila
São Paulo - São Paulo - Brasil
657 textos (21088 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:45)
Pupila