Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Drummoniado

Queria compor um poema pop
Desses que tocam nas esquinas
E sem medo se explodem
No velho bandido
E na voz feminina.

Um poema de corpo visual
Que gere cantadas e discursos
Apostas em mesas de bar
No duelo dos braços avulsos.


Um poema que cause morte
Revolução ou ataques de epilepsia
Mas que não morra virgem
Nas mãos de uma velha vazia.


Um poema sem muito pensar
Com muito agir
Sem muito sonhar.
Eis meu poema
Drummoniado como está.

Mescaldo
Enviado por Mescaldo em 29/07/2006
Código do texto: T204830
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mescaldo
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
11 textos (360 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:22)
Mescaldo